submisso

Sou casado 63 anos sempre fui hetero ultimamente ando broxando devido a idade , estou aposentado a 6 meses, minha mulher tem 55 anos é professora , ainda trabalha no periodo da tarde. como fico só a tarde , costumo ver contos eroticos e sala de bate papo na net, fico empolgado porque sinto tesao e as vezes ate bato uma punheta; mas vamos ao que interessa, pra náo ficar longo e cansativo minha narração.
minha mulher resolveu reformar nosso banheiro, trocar encanamentos , piso e porta, atraves de conhecido contratei um pedreiro que trabalha sozinho e ja esta acostumado a trabalhar em apartamentos. ´pois tem horario e não pode fazer muito barulho pra não incomodar vizinhos, O rapaz chegou na terça feira acertamos os detalhes, ele garantil que levaria uns 3 dias pra concluir o serviço.
Quarta feira 8 horas ele chegou , trouxe ferramentas e uma troca de roupa, minha mulher ficou na area de serviço e cosinha fazendo seus afazeres, enquanto o rapaz trocava de roupa pra trabalhar, ficou pelado pra tocar de roupa e eu olhando aquele cara pelado na minha frente um homem cerca de 45 anos forte pelos grisalho no peito, olhou pra mim e vez sinal de positivo com a mao, eu sem malicia nenhuma retribui o sinal e sai , fui pra perto da minha esposa, el começou a trabalhar as vrezes puxava papo comigo ate a hora do almoço. Ele almoçou com a gente depois sentamos e começamos a conversar, ele me falou da esposa que era evangelica nao muito chegada e sexo e ele sempre arrumava uns casinhos por fora, eu cai na besteira de falar que ja estava começando a broxar, foi quando ele falou que gostava de homens assim. Nao entendi muito mas ele começou a trabalhar e minha esposa ja estava de saida pro trabalho dela. Deixei ele trabalhando e fiquei na net numa sala de bate papo.
Por volta das 5 horas da tarde ele me chamou e disse que ia tomar um banho e trocar de roupa , pois em condominio tem que parar no maximo ate as 5,30 hs. ele entrou no chuveiro pelado tomando seu banho eu ali olhando ele com o pau ja meia bomba olhou pra mim e fez o sinal de positivo de novo me mostrando o pau quase duro. , eu tornei a fazer um positivo tambem, mas como estava quase na hora da minha esposa chegar, ele trocou de roupa se despediu e foi embora.
Eu fui dormir com a imagem daquele pedreiro de pau duro exibindo pra mim, e imaginei , será que essa cara quer me comer ?
Na quinta feira ele chegou as 8 horas me deu um bom dia, cumprimentou minha esposa e foi pro banheiro explicando o que faltava fazer pra terminar e ja foi trocando de roupa,só que desta vez seu pau ja estava duro, ele apontou pro pau e pra mim e fez um positivo, eu nem respondi olhei pro corredor pra ver se minha mulher nao vinha e sai de perto, . ele trabalhor normal ate minha mulher chamar pra almoçar, enquanto ela se arrumava pra ir dar aula nos ficamos conversando , ele disse que adorava homens casado e passivos mas que nao eram gays, eu disse que nunca tinha tido esse tipo de experiencia. minha mulher saiu pro trabalho , ele tambem foi terminar o serviço e tudo normal ate as 5 horas da tarde, Foi quando ele parou entrou pelado pra tomar banho me chamou com o pau duro e pediu pra eu pegar nele, eu disse que ele devia estar confundindo que eu nao era viado e que nunca tinha feito nada assim, Ele disse é assim que eu gosto de homem maduro passivo e virgeme insistiu que eu pegasse e sentisse na mao, eu como um cara submisso peguei começei a punhetar e ele falando baixinho poe na boca da uma chupadinha e com a mao foi forçando minha cabeça ate chegar pertinho do pau dele, e ele dizendo vai experimenta, voce vai gostar, acabei chupando ele ate ele gozar na minha boca. Guspi tudo e confesso nao gostei do gosto. ele acabou de se trocar me deu um beijo tipo selinho e saiu. Passei a noite em claro mais com vergonha do que arrependido.
Na sexta feira ele chegou como de costume, explicou mais pra minha mulher que terminaria hoje e me chamou , minha mulher foi pro afazeres ele foi se trocar novamente de pau duro e e me fez um positivo com os dois polegares, eu comecei a imaginar eu chupando ele de novo e foi ate o almoço, quando minha mulher saiu ele disse que mais uma hora de trabalho terminaria tudo, Foi dito e feito , praticamente 3 horas da tarde ele terminou entrou tomar banho e me chamou. ele disse adoro um passivo obediente vem e da uma chupadinha , comecei a chupar o pau dele , ele disse quero seu cuzinho virgem, eu ja disse não senhor nunca dei mas ele puxou meu moletom e disse ta sem cueca porque ta a fim de dar pegou uma camisinha no bolso da calça e disse pode ficar tranquilo que nao vai doer e voce vai gostar muito, sei como fazer com passivos virgens
Me virou de costas mandou eu segurar aberta a bunda e encostou o pau no meu cu, confesso que fiquei com tesao, ele com voz macia falando no meu ouvido pra eu relaxar e enfiou a cabeça do pau, senti uma dor mas ele parou e ficou falando pra eu acostumar e relaxar e disse tudo bem , como eu afirmei ele enfiou mais um pouco e parou de novo e me acalmando e me relaxando acabou de enfiar tudo e parou novamente, senti o saco dele na minha bunda, quando ele disse se estava tudo bem e eu confirmei ele começou a meter devagar ate eu sentir prazer. nao demorou muito ele acelerou e gozou,
Pedi pelo amor de deus pra ele nunca falar com ninguem sobre isso, coisa que ele concordou e disse que todos os passivos que ele ja comeu sáo pessoas serias e que alguns ainda ligam pra ele comer de novo. perto das 5 horas ele se trocou e disse que buscaria as ferramentas no sabado e que eu iria dar a despedida.
No sabado por volta das 9 horas o interfone toca e o porteiro disse que era o pedreiro que vinha pegar as ferramentas eu disse tudo bem . Ele entrou me cumprimentou , perguntou por minha mulher, eu disse que ela costuma ir no supermercado de manha nos sabados e que eu estava so esperando ele pegar as ferramentas ele me deu um beijo na minhha boca me levou pro meu quartoe disse que me faria gozar, ja foi tirando a roupa dele e minha me deitou de bruço na cama e mesmo sem camisinha meteu no meu cu que entrou com mais facilidade, foi metendo que começei a sentir prazer e ate gemere ele dizia quero ver voce gozando, acabei gozando depois ainda chupei pra ele gozar na minha boca.
Fiz o acerto com ele pegou as ferramentas e ainda me disse quando eu precisar ou queres é so ligar e marcar.
Confesso que me senti submisso e tambem senti vontade de ligar mas nunca mais fiz,