DM 0

estou exausta

estou exausta, sofri agressao fisica de um ex namorado. No começo do relacionamento, ele era muito apaixonado, me tratava como uma princesa, disse que cuidaria de mim, queria uma familia comigo e me ajudaria a crescer profissionalmente, e logo fomos morar juntos. No começo fiquei insegura mas ele era muito confiante e amoroso, confiei nele. passado algum tempo começou com muito ciumes, pegava meu celular enquanto eu dormia, mexia nas minhas coisas. Durante uma discussao muito seria por ciumes, ele jogou uma garrafa em mim, e logo terminei com ele, coloquei as coisas dele para fora. Mas na manha seguinte, ele pediu para voltarmos, disse que se sentia arrependido e me amava muito, que queria fazer diferente, disse que estava com cancer no pulmao e nao queria passar por isso sozinho. Entao o aceitei de volta, mas esse foi o fim da minha alegria de viver, muita manipulaçao e acusaçoes, me sentia cada vez mais na obrigaçao de demonstrar quem eu era, que nao era uma vagabunda como ele dizia. Tentava provar onde estava e com quem. Enfim, fiquei paranoica, me afastei dos amigos e dos familiares, porque ele dizia que nao prestavam. Um dia peguei ele mentindo pra mim, disse que estaria na casa da avó mas estava no bar com uns amigos. Fiquei muito brava e discuti com ele na rua, quando ele começou a me agredir muito, bater na minha cara e me enforcar, me deu uma chave de braço, fiquei sem ar, estava quase desmaiando quando pedi pela minha vida, implorei para ele parar, ele parou e foi embora, Liguei para meu irmao ir me buscar, e nao contei para ninguem. senti vergonha, senti a humilhaçao de aceitar essas condiçoes em que estava vivendo, meu corpo doía inteiro, mas a dor moral era muito pior, me sentia culpada por ele ter batido em mim!, liguei para a familia dele e pedi desculpas, sentia que ele só chegou a esse ponto porque eu tinha culpa. ele foi buscar as coisas dele em casa, ele disse que so tinha feito isso porque eu tinha provocado, xingado ele na rua.Acho que o pior foi pq aceitei a culpa, e fui atras dele, pedir desculpas, mas ele nao queria me ouvir, disse que eu tinha acabado com tudo quando disse que ele era mentiroso. ele veio atras de mim algumas vezes, mas eu tentei colocar limites, disse que nao voltaria a morar com ele, e nao queria mais q ele invadisse minha privacidade, ele chorava e nao aceitava se fosse desse jeito. Enfim meu desabafo é que apos 5 meses desse acontecimento, entrei em depressao. me sinto sozinha e azarada. qual mal fiz para receber tudo isso em troca? moro em uma cidade pequena, e fico sabendo mesmo sem querer sobre ele. ele começou a morar com uma mulher 20 dias apos nosso término.esta morando com uma mulher 30 anos mais velha que ele, vive viajando pelo mundo com ela, e andando de carros importados, ela da presentes para ele. pode parecer mediocridade, mas fico pensando como pode alguém que me fez tao mal estar vivendo no melhor? curtindo a vida? como pode? isso é tao injusto e fico tao revoltada. Essa raiva me consume por inteiro, fiquei com as dividas que ele fez no meu nome, posso parecer tonta e nao cobra-lo nem entrar na justiça, mas essa historia ja me machucou tanto que nao quero continuar nem por nada. estou trabalhando muito para conseguir o que preciso, estou indo a tratamento psicologico e tomando antidepressivos, e com a ajuda da familia e alguns amigos eu melhorei muito, mas essa dor nao passa, essa angustia nao dissolve, tenho vontade de fugir, me esconder, pensei em morte varias vezes, mas nao faço isso pela minha familia. Li outro dia sobre relacionamentos abusivos, que as vitimas se tornam depressivas apos o termino, tenho vontade de chorar e dormir o dia todo. peço que orem pela minha alma. pois nao sei até quando aguentarei.

5 Respostas
  • E o câncer, era verdade ou ele brincou com coisa séria?

  • estou trabalhando muito para conseguir o que preciso, estou indo a tratamento psicologico e tomando antidepressivos, e com a ajuda da familia e alguns amigos eu melhorei muito

    Parabéns!
    Você está fazendo a coisa certa, continue, siga firme no tratamento e no trabalho. Isso vai passar. Realmente é um trauma muito grande, mas passa.

  • Nenhuma dor é eterna, minha querida, você irá superar tudo isso.

  • Se ame + ! Procure fazer coisas que você gostava + antes.
    Passeie - conheça lugares diferentes - pessoas diferentes. Faça um curso.
    Bloquei ele - não veja + status - facebook !
    A vida segue !
    A roda gira - nenhum mal é eterno... basta você abrir a outra porta - e se a tristeza bater :
    Eu tô ocupada, tentando ser feliz.

    Deus te ama !

  • ''Um dia peguei ele mentindo pra mim''.
    Ele já tinha mentido antes, você devia estar lembrada, era sobre estar com câncer de pulmão.

  • Dica: Para mencionar um usuário neste post utilize @NomeUsuario (sem espaços)
    Faça login ou crie uma conta para comentar
PUBLICIDADE