Alguem

eu so quero que tudo isso acabe.. pfv

então eu me chamo Pedro fiz 19 anos ontem, e a dois anos atrás eu descobri ser o que eu mais temia.. sim, eu sempre fui daquele cara que era homofóbico e hoje em dia eu não me orgulhava nem um pouco daquilo eu acho que eu fazia isso pelo fato da minha família ter descendentes orientais então sempre pegavam no meu pé me chamando de coisas do tipo ´viado´ me comparando a k-pop, e eu achei bem mais fácil me unir a eles do que bater de frente com eles... até conhecer ele. a dois anos atrás eu estudava no segundo ano do ensino médio e a maioria dos meus amigos tinham saído da minha escola mas.. entrou um garoto diferente, ele tb tinha descendentes só que japoneses, eu tenho descendencia coreana... mas ai começamos a conversar e tals e foi no meio daquele ano que eu percebi que ja n era aquele sentimento de parceiro, quando eu n estava com ele eu so queria estar com ele, e eu sempre desconfiei que ele poderia ser homossexual, eu me forcei a ficar com mtas garotas, tipo mtas! mas.. isso so me fazia sentir mal por dentro, foi ai que eu decidi me mudar, precisava esquecer aquilo..decidi ir para uma escola em outro estado, quando ele descobriu foi lá em casa se despedir e me deu um abraço, eu tenho 1,75 e ele 1,64 tive que me abaixar um pouco kk, ele havia pedido o endereço da casa que eu iria ficar pois disse que iria me visitar nas férias eu concordei pois ate la ja teria o esquecido.. o tempo passava.. passava... mas parecia q ao mesmo tempo n passava, fui morar em uma cidade pequena e pacata e eu só queria que ele viesse logo, até que enfim o dia chegou.. fui com minha tia buscar ele, nos abraçamos e tudo até que fomos para minha casa, ficamos jogando video game, vendo filmes o dia inteiro, mas a minha tia era gerente de um restaurante e precisava ir trabalhar e foi só a minha tia sair que ficou aquele clima pesado.. e na minha cabeça só passava o que eu fazia, o que eu mais temia, o que eu mais zoava.. poderia estar acontecendo comigo.. quando eu olhei para ele e ele olhou para mim que eu fui começar a falar e disse que queria falar primeiro, a até hoje eu me lembro.. ele falou com essas palavras "Pedro.. n sei como te falar isso, eu so viajei todo esse chão pq .. eu gosto de vc, mas n só como amigo sabe? eu quero ter voce para mim, eu quero poder te olhar e saber que ngm mais pode te tocar porque vc é meu.. pedro.. eu te amo" e naquele momento eu n conseguia dizer nada.. aquilo era música para os meus ouvidos.. como eu fiquei em silencio ele abaixou a cabeça, eu a levantei olhei para ele e disse.. "ainda bem.. é recíproco" e nos beijamos e tudo mais.. melhor n dar detalhes kk.. bom td foi uma fantasia, mass meu pai é super homofóbico... quando eu tinha feito meus 18 anos ele descobriu ainda n sei como, e me tirou de casa.. minha mae nunca teve voz ativa.. com 18 anos fui jogado p fora de casa e ainda estava em estagio.. tentei ligar para o meu namorado mas ele n atendia mta coisa passou pela minha cabeça fui obrigado a passar o dia em um hotel com o dinheiro que ainda tinha.. no fim do dia uma pessoa me bate na porta pedindo para entrar, qnd fui abrir era ele.. ele tinha perdido o celular e tinha ido na minha casa para me avisar.. disse que meu pai tentou bater nele mas a minha mae havia dito aonde estava, como ele ja havia 19 anos e ja estava trabalhando alugamos um pequeno apartamento mas, meu pai nunca me aceitou de volta, ele me rejeitou.. isso me doi mto, minha mae vem me visitar mas.. ele n responde nem as minhas mensagens.. qnd me expulsou de casa me xingava mto, e enquanto ele me xingava eu lembrava das coisas que eu falava para outros... as vezes meu pequeno me pega chorando em casa, apenas ele para me acalmar... como faço para esse peço.. e essa dor passarem?

1 Resposta

Liberum

Nada melhor do que o bom e velho tempo meu caro, o tempo é capaz de curar as maiores feridas, mas é claro, tudo se gera através de um processo, eu mesmo vivo esse medo, da critica familiar com relação a mim, pare um pouco, pense, dê ao seu pai o tempo necessário e possa ser que ele abra os olhos.
Até lá continue amando e sendo amado, não permita que a dor fique entre vocês dois de forma alguma!
Desejo sorte a vcs!

Responder