sol laranja

socorro alguem me ajuda

no começo do ano eu era muito alegre, otimista, elogiava as pessoas todo dia, tentava ser gentil com as pessoas e alegrar elas. mas do nada as pessoas da minha sala comecaram a falar mal de mim, ficavam mandando e rindo de fotos zoadas minhas, ficavam criticando meu corpo, aparencia, entre outros. nesse tempo, meu celular estragou e fiquei 9 meses sem, e foi horrivel, eu tinha q dividir um celular todo travado com a minha mae, pq so ia ganhar um outro no meu aniversario. dai as pessoas comecaram a me xingar mais ainda, e minhas notas foram caindo, eu comecei a ser pessimista, eu chorava todo dia por me achar um lixo, feia, burra, insuficiente, e ficava pensando um jeito de me matar. eu nao era assim, minha autoestima era boa, e eu era mt alegre como eu disse. eu fui perdendo mais amigos, e agora so tenho quatro amigas na vida real, o resto é virtual. e minha mae mandou eu me matar enforcada pq eu rasquei uma blusa sem querer. eu nao sei mais oq eu faço, se eu sigo o conselho da minha mae ou fico viva. mas se eu ficar viva, vai ser uma merda, pq nao tenho amigos, me sinto um lixo e posso reprovar.

Continuar Lendo

Sos

Ajuda

Oi gente! Desculpe o incomodo, só que gostaria de fazer um desabafo. Bom, desde muito pequena eu fui mais alta que meus colegas e isso fazia com que eles me '' deixasse fora do grupinho". Além disso pelo fato de ser negra já sofri muito bullying e até aprendi a aturar cada adjetivo colocado em mim. Conforme o tempo passou, eu fui crescendo e enquanto as minhas amigas passaram a ter "curva", eu não as adquiria, comecei a comer muito e passei a ter leves curvas ,mas para manter minha saúde meus pais me inscreveram em uma escola de volei. Fui emagrecendo de novo, e passei a não ter mais curvas, nem seios. Até que um dia, na minha escola um dos alunos pediu para o professor de educação física ensinar-nos a fazer a conta de IMC. Quando ele fez a minha e na frente da sala toda falou que eu em magreza nível 1 fiquei bem envergonhada e me senti tão feia.
Para piorar os garotos da minha sala começaram a falar que garotas muito altas são feias e eu senti que aquilo era para mim.
Por favor, se tiverem algo para me reconfortar, eu agradeço de coração

Continuar Lendo

laiza

DESESPERO

entao, primeira vez que uso esse site. Achei do nada e resolvi testar.
Eu to desesperada pois estou de recuperação e vou fazer prova de geografia, so Deus sabe como estou me sentindo. Estou muito triste e estou estudando, mas com medo. Estou no ultimo ano do ensino médio e tenho medo do que posso fazr caso nao de certo a recuperação, estou desesperada.

Continuar Lendo

J

Meu pai

Eu moro com os meus avos meu pai morava com a gente mas comprou uma casa e foi morar com minha madastra e minhas irmãs e eu continuei morando com os meus avos terminei o colegio e to meio que parada esperando o resultado do enem eu ajudo em casa limpo lavo as vasilhas lavo minhas roupas ajudo meus avos no que eu puder ai chega meu pai aqui em casa e sempre fala comigo como se eu não fizesse nada não pode me ver sentada que quer arrumar coisa pra mim fazer minha avó não gosta de ficar parada ta sempre fazendo alguma coisa e ela ja não ta em condições de fazer muito esforço o problema è que ela è tão teimosa e inquieta que eu preciso ficar enchendo o saco dela pra me deixar ajudar em alguma outra coisa esses dias meu pai queria que eu ajudasse meu vô a rejuntar a ceramica sendo que não tenho experiencia nenhuma nisso e meu vô ja tinha alguem ajudando ele e não me pediu nada na verdade me poís pra correr pq eu tava era atrapalhando a desculpa do meu pai foi : ajuda ele pq eu tô com as costas doendo ainda tenho que passar na loterica .
Acho que na cabeça dele se ele não faz me colocar pra fazer é como se ele estivesse fazendo. Eu não to reclamando de ajudar ou de fazer coisas em casa como já disse eu ja faço e isso è minha obrigação o que me irrita è que meu pai não mora aqui não esta aqui 24 horas por dia e já chega falando coisa e agindo como se eu não fizesse nada e não ajudasse os meus avos e isso me deixa p da vida qualquer coisa que pedem p...

Continuar Lendo

Hugo

Porque eu escolhi ficar naquela casa sozinho

Porque eu tive que fazer a estúpida decisão de ficar em casa sozinho, eu sou um idiota. Eu sempre soube que a minha família nunca teve bons momentos com a outra, eu sempre soube que o meu tio era um homem violento e arrogante. Eu sempre soube que ele era um velho pedofilo. Eu sou um merda, porque diabos eu fiquei longe da minha família para estudar se eu estava de férias? Talvez eu quisesse ser fudido mesmo, talvez eu quisesse que isso acontecesse várias vezes ao ponto de me rasgar. Porque eu sou sujo, eu sempre fui um metido sujo e arrogante filho da puta.

Essas foram as palavras do meu irmão. Não sei como reagir a isso, não sei como me conectar com ele novamente. Ele disse essas palavras de uma forma tão forte. Eu dei um tapa nele depois disso porque ele não é sujo, não é metido e nem arrogante. Eu não posso imaginar o que aconteceu naquele momento para ele pensar tudo isso. Enquanto gritava aquilo, o olho dele não parava de se encher de água, não parava de gotejar sobre o chão. Meus pais estão levando ele para fazer tratamento, mas isso não está resolvendo. Eu não sei o que fazer. Ele se tornou uma pessoa muito assustada, quando pessoas visitam a minha família ele se tranca no quarto. Não come direito, não passeia fora de casa ou se diverte com os amigos. Mas ultimamente, nós dois estamos muito próximos, talvez ele esteja se sentindo desprotegido demais, porque muitas pessoas estão vindo para casa, talvez ele ache que pode acontecer de novo....

Continuar Lendo

Dona drum

Violencia na familia

O que vcs acham de homem que agride mulher?
Cresci vendo minha mãe apanhar de, primeiranente meu pai, e depois um namorado dela. Violência pesada, de estrangulamento até ameaça com arma de fogo. Desde que me conheço por gente, até meus 14 anos. Eis que EU tbm fui, dentro de casa e na frente de minha mãe, por meu irmão. Física (empurrões, tapa na cara, ser jogada no chão) e psicológica/verbal (ser chamada de "saco de bosta", de lixo, de nada, viver constantenente vítima da manipulação dele contra mim dentro de casa). Minha mãe nada fez, nunca, quase até passava pano, fazia de conta que nada via. Será por tbm ter sido vítima?
Minha mãe, faleceu por outras questões fazem 5 anos. Eu parti, fui embora viver minha vida, longe daquele que deveria agir como um irmão. Cortei contato. Ele tbm foi violento com outras namoradas, mas aos olhos de quem não o conhece, um lord. Foi condenado na maria da penha uma vez, preso outra não sei bem por qual motivo. Hoje é casado com uma moça 14 anos mais nova, propositalmente, eu sei. Tentou matar um cachorro que era da familia com chumbinho uma vez, mas sem sucesso, bem feito, porque o cachorro não gostava dele. Eu sei que foi ele. Manipulou a situação financeira depois do falecimento de minha mãe. Me prejudicou, se pudesse me roubava na cara dura sem nenhum remorso. Ninguém o conhece como eu, ninguém. ENTENDAM, HOMENS COVARDES, NADA, NUNCA, JUSTIFICA VIOLÊNCIA. Eu sei que ele é um perturbado fraco que tentava r...

Continuar Lendo

maria

sem amigos

eu odeio todos os meus amigos, ou quase isso. eles só sabem dar palpite da minha vida, acham errado tudo que eu faço, falam mal do meu namorado, não me entendem. uma vive dizendo pra eu sair da casa dos meus pais, mas é fácil falar quando ele recebe o dobro do meu salário. outra é uma infeliz sem amigos que me suga ao máximo e tenta me afastar de tudo já que sou a única amiga dela. cansada

Continuar Lendo

Peralta

Não sei o que fazer

Recém completei 25 anos está semana e me sinto desesperado. Perdi meu Pai faz 05 meses e tive que assumir um negócio dele que em tese ele deixou para mim, só que a empresa vem com sérias dificuldades financeiras que chegou até ao meu lado pessoal, não sei o que fazer, sem caixa, funcionários abandonando o barco e ninguém para me ajudar. A minha família praticamente era o meu pai e agora não sei a quem recorrer ou contar, quanto mais eu oro menos soluções me aparecem.

Continuar Lendo

um perdido na vida

traição

olá, tenho 16 anos, namoro a cerca de 1 ano, minha namorada é um doce, as vezes bem estressada, mas enfim, na maioria das vezes sinto que ela não consegue suprir meus desejos carnais e afetivos, me sinto sozinho em relação a isso, as vezes volto a conversar com algumas ex, e até marco de nos vermos e transarmos, nunca aconteceu pois sempre arrego na ultima hora, constantemente sinto vontade de trair ela, não sei...

Continuar Lendo