Voltar
Rose
Editado em: 26/05/2021 17:15:58

Estrela

Você virou uma estrelinha, e eu culpo eles por isso, mas sei que não devo maltratar eles por isso, sei que você não ia querer isso, eu te amo, sempre te amei, e me lembrarei de ti para sempre, eu sinto muito por nunca ter te tratado como você merecia, você era meu tudo, ele queria te tacar no lixo, mas eu nunca deixaria, você não é nem de perto lixo, você estara pra sempre comigo, igual todos antes de você e todos que ainda virão, mas ele, ele não continuará aqui, farei questão de dar a ele outro lar, pois sei que não consigo controlá-lo, e que se isso não for feito, muitos outros ainda sofrerão com isso, sinto muito por não conseguir proteger você, apesar de ter te visto crescer, não pensava que isso realmente aconteceria.
Não sei como vou viver sem você me acordando no meio da noite tacando as coisas no chão, ou como vou ficar sem você tentamdo entrar em baixo do cobertor comigo no meio da noite, ou me pedindo ração sempre que eu chegava perto do armário onde eu deixo o saco, ou você sempre querendo comer minha comida, ficando tão bonitinha sentada na cadeira, quando você subia na pia pra tomar água, quando você esperava eu vir pra comer a ração do potinho, eu posso me sentir incompleta sem você mas ainda assim espero que você descanse, por todas as noites que você acordou no meio pra correr pela casa, descanse em paz, mas eu vou fazer questão de não deixar seu lugar vazio, pq eu sei que vai você iria querer que outro gatinho tivesse a chance de ter uma casa também, e eu com certeza amarei ele tanto quanto amei você, mas estaremos sempre juntas.
Você tinha muitos apelidos, melwelwel, fedida, disgracinha, diabo, capeta, bebe, nenem, mas isso nunca importou, você era minha bebê, sempre foi, mesmo você sempre me arranhando por que você tinha medo de tudo, e sempre correndo de mim, eu amava quando você decidia deitar nas minhas pernas, ficar junto comigo, eu te adorava, mesmo quando eu te dava banho e você queria me arranhar toda, sempre foram arranhões de amor, eu te amo.
Lembro da primeira vez que você me viu, você tinha medo, por que era tudo novo, você era só um bebê, você se acostumou, e passou a explorar a casa como um mestre, mais você nunca gostou muito dele, por que ele fazia umas brincadeiras bobas com você, mas tenho certeza que ele também gostava de você, assim como eu, você tinha só três anos, ainda não era sua hora, você poderia ter vivido muito mais.
mel, eu sinto muito.
0 Respostas
  • Dica: Para mencionar um usuário neste post utilize @NomeUsuario (sem espaços)
    Faça login ou crie uma conta para comentar
PUBLICIDADE