Voltar

Vivendo há 26 anos numa casa suja

E não vejo mudanças nem tenho esperança de que vai melhorar.
Minha casa vive imunda e bagunçada.
Gente, me respondam: a casa de vcs é arrumada? Como é a casa de vcs?
Me lembro de desde criança perguntar pros meus amiguinhos como era a casa deles. Eu queria entender se minha casa era normal.
Mas é um horror morar aqui, é bagunça pra todo lado, tralhas, lixo.
Nunca tem lugar pra sentar no sofá pq ela vive cheia de roupas em cima.
Nunca dá pra cozinhar pq a pia tá sempre cheia de louça.
O banheiro tá sempre imundo, uma latrina, minha irmã mais nova caga e nem dá descarga.
Minhas irmãs também não jogam o lixo fora pro caminhão de lixo levar, e a lixeira fica cheia de lixo e moscas.
Minha cunhada tem gatos de estimação e ela não troca a areia dos gatos diariamente, então os gatos cagam em qualquer lugar da casa.
Não lembro qual foi a última vez que eu fiz uma refeição em cima da mesa da cozinha.
E quando eu tento limpar, eu tento jogar o máximo de coisas fora, mas minha mãe e meu avô brigam.
Me sinto sem forças pra limpar a casa, a casa é grande e cheia de tralhas. Quando alguma coisa está ruim, não dá mais pra usar, como um móvel velho por exemplo, eles colocam na varanda pra "ver o q fazer com isso depois" pq sabem q não dá mais pra usar mas tb não querem jogar fora, e as coisas ficam ali, por ANOS.
E ai de quem reclamar da sujeira e da bagunça.
As paredes são horríveis, eu queria passar uma tinta nelas, mas nem tem como. Tem q tirar todo lixo primeiro.
Vivo um estresse diário por minha casa ser assim.
Quando vejo vídeos de faxina no YouTube pra me animar a arrumar a minha casa, fico com inveja do depois da faxina, fica tudo limpinho e organizado, dá gosto de ver. E a minha não chega nem perto disso depois de limpar.
Isso me deixa triste e atrapalha minha vida. Não consigo estudar olhando pra esses montes de objetos q existem na casa.
16 Respostas
  • Fiquei muito triste lendo o seu desabafo. Sua situação é muito complicada, infelizmente você só vai conseguir se livrar disso quando você tiver o seu próprio cantinho, pois quem é pró sujeira está em peso e você é minoria. O que você pode fazer é ignorar essa casa (que não é o seu lar, pois você não se sente à vontade nele). Procura distrair a mente com os seus estudos, procura algum lugar pra estudar (será que por onde você mora tem alguma biblioteca, ou sei lá...). Desejo muito sucesso pra você e que um dia você consiga sair dessa situação.

  • Uma casa excessivamente organizada ou desorganizada é o reflexo da psique de quem habita nela.
    Se a mente está equilibrada reflete numa casa organizada, mas excessivamente organizada pode ser o indicador de um transtorno obssessivo compulsivo onde a característica é que a pessoa não consegue lidar com o mínimo de sujeira, desorganização ou tudo tem q estar no lugar sempre.
    Já na desorganização, se não fo por falta de tempo ou cansaço, excessivamente tbm pode ser o indicador de depressão, ansidade, transtorno acumulativo, a pessoa não sabe se desapegar de nada como se aquele objeto de alguma forma possa preencher um vazio ou uma desordem interior. A pessoa acaba desenvolvendo um hábito.
    A sujeira ou a desorganização ela se torna prejuducial quando atrapalha ou interfere na vida do indivíduo.

    Como no seu caso, vc se sente desconfortável, atrapalha sua vida familiar e social, atrapalha na sua rotina, atrapalha a concentração pra estudar.

    Percebe-se q vc ainda tenta fazer algum tipo de organização pra amenizar o problema, mas encontra uma resistência dos outros moradores q estão habituados e não se importam de viverem na desordem.
    Futuramente é bom pensar na possibilidade de ter seu espaço. Mas por agora se vc tiver um quarto, procure deixar de um jeito q vc se sinta bem, se divide com alguém, tuas coisas vc deixa arrumadas.
    É difícil tua situação. Imagino q isso te traz muita frustração pq percebe-se q vc gostaria de mudar as coisas e até tem planos pras mudanças, e daria certo q se todos colaborassem.

  • @258 Infelizmente só vou me livrar disso se eu morar na minha própria casa, mas a situação do Brasil faz com que a maioria dos adultos não consiga ter um salário pra sustentar a própria casa, e por isso continuam morando com os pais.
    Às vezes eu tento ignorar, finjo que todo esse lixo não existe, mas é impossível ignorar o cheiro de cocô de gato e mofo.
    Eu tento estudar fora, mas vivo solitária na faculdade, sinto muito sono por acordar muito cedo pra ir pro estágio e quando chego em casa mais de 22h da noite, só pego as coisas que estão em cima da minha cama e jogo em qualquer lugar pra dormir.
    Eu achei q só vou desafiar minha mãe a jogar todas as coisas fora depois que meu avô morrer.

  • @Anônimo Nem eu gosto de comer na minha casa, que dirá outrem.
    A cozinha de baixo da casa é um desastre, tem ratos e baratas.

  • @Anonimo Se eu tivesse dinheiro já teria vazado daqui há muito tempo

  • Eu sinto alegria de imaginar minha casa organizada e limpa, mas eu não posso fazer o que eu quero. Minha mãe fala "Não é pra jogar minhas coisas fora, sua antipática. Quando vc tiver a sua casa, vc joga fora".
    Mas sinto desespero só de perceber que provavelmente nunca vou ter dinheiro pra ter minha própria casa.

  • Ja eu sofro do inverso minha familia tem toc de limpeza ja eu nao

  • Entendo que todos os extremos são ruins, mas se minha casa fosse menos imunda eu estaria menos triste

  • @Anonimo Faculdade é garantia de nada

  • E o que sua tia fez pra ficar rica?

  • Você tem um quarto só seu ou você divide?

  • @258 Divido com minha irmã de 24

  • @goingdarker
    Eu nunca levo amigos na minha casa, primeiro pq não quero passar vergonha, segundo pq não são obrigados a serem mal recebidos numa casa tão suja. Se eu não quero ficar na minha casa imunda, pq a visita iria querer?

  • E se eu te dizer que já chamamos caçamba algumas vezes, jogamos muita coisa fora, e mesmo assim continuou bagunçado, vc acredita????
    E que algumas coisas que eu coloquei na caçamba, meu avô e minha mãe pegaram de volta????

  • Convivo com minha mãe que além de ter esse problema com acumular (desde coisas que ela compra de artesanato até a coisas que ela vê na rua/que vizinho oferece) tbm tem uma higiene/hábito questionável. Entendo você, e é realmente um inferno, ainda mais precisando de um ambiente limpo e organizado para estudar. Eu tenho 25 e estudo pra tentar medicina e cada dia é uma luta porém já tiveram dias piores por aqui.
    Em 2018 eu tive suspeita de gravidez de uma pessoa que eu amava mas ele é um desses materialistas que eu tinha certeza que se colocasse o pé no jeito que minha casa era, ficaria com nojo do ambiente, da minha mãe, da minha irmã e de mim. Além disso, acabei não ficando com ele por outros motivos. As coisas mudaram quando passei pela gravidez nunca confirmada. Antes eu já me incomodava com a bagunça, mas só depois do 'bebe inexistente' que eu olhei ao meu redor inconformada, e me perguntei se era assim que eu deixaria um filho meu vir ao mundo, dentro de uma casa como a minha? Depois que tive um sangramento e dores horríveis, e fiquei muito triste, comecei a fazer a limpeza e descarte por conta própria. Aluguei uma caçamba, e fui eu mesma tirar o monte de tralha no quintal, o acumulo de objetos dentro de casa, arrumar tudo ouvindo tudo é quanto de merda. Coisas velhas, coisas intocadas, coisas doadas, coisas pegas na rua. Tudo. Faço isso até hoje e admito que é muito cansativo estar nessa posição. Eu digo para você "faça isso, mas faça por você, comece pelo seu quarto e pelas suas coisas que tudo vai começar a mudar mesmo que de forma lenta" mas tbm te digo "quando tudo ficar em ordem e perceberem o propósito do que vc fez, eles vão se aproveitar do seu esforço, vão gostar da sua organização mas não irão tentar ser como vc pq n se sentem desconfortáveis como vc". Como vc tem uma irmã de 24 anos, comece a exigir uma postura mais madura da parte dela. É meio pesado mas diz "se continuar porca desse jeito, vai acabar com um homem/mulher babaca e ser maltratada ou não vai arranjar ninguém!". Infelizmente alguns comportamentos dos nossos pais são "hereditários" pois como vc conviveu a maior parte da vida com essas pessoas, acaba existindo um traço delas dentro de você. MAS é um ciclo QUEBRÁVEL! Só o fato de toda essa situação despertar incômodo em você se torna o primeiro passo para a mudança.

    Quando você diz que tem medo de ficar sozinha, como vi no seu desabafo mais recente, percebo que pode existir um pouco de sabotagem da sua parte tbm. Talvez você tenha vergonha da sua casa, e de como a sua família é e por isso se limita a relações. Será mesmo que está sozinha pq ngm te quer ou pq vc simplesmente tem "desculpas" ou coloca um check list impossível de como o cara deve ser?
    As coisas podem começar a mudar a partir de você (sobre a sua cunhada e a caixinha de areia dos gatos: pelo amor de deus, eu já teria gritado com ela há muito tempo. impões coisas: se vc n limpar isso com frequencia que é o mínimo que vc deve fazer, vc vai embora).
    Pelo visto vc não pretende ir embora de casa tão cedo até pq é estagiária. Enfim, pensa nos prós e contras...
    Vc tbm pode mostrar para a sua mãe episódios completos (ou só recortes) dos acumuladores compulsivos do canal A&E Brasil. Muitas das pessoas apresentadas no vídeo passaram por algum trauma durante a vida, então eles se fecham para o mundo obtendo/acumulando coisas como uma barreira para a vida ou pessoas, como se quisessem se proteger de tudo. São casos extremos, mas é a realidade que alguns como meus pais e sua mãe precisam ver.
    Se você quer mudar essa situação, deve começar a promover mudanças em você primeiro. Comece pelo seu quarto, lave a louça quando puder. E fale com sua irmã, ela não é uma criança para ser tolerada dessa forma.
    Uma hora vc vai precisar trabalhar em conjunto com algm.

  • Torço para que você conquiste o quanto antes um emprego pra você, que não pare de sonhar e não se deixe arrastar por esse mau hábito de sua casa. Atente-se: somos permeáveis ao ambiente que nos rodeia - a bagunça pode revelar outros problemas que a originam. Pq você afirma isso "Mas sinto desespero só de perceber que provavelmente nunca vou ter dinheiro pra ter minha própria casa." ?
    Não. Bata no peito! Você merece ter uma condição para ter sua própria casa, ou até mesmo alugar um canto. Você pode conseguir sim!
    Penso que, por enquanto, não permita que a bagunça se instale em seu quarto ou no seu lugar de estudo: que seja, pelo menos ali, um lugar mais limpo pq não dá pra estudar na bagunça. Além disso, esqueça esse argumento "Eu achei q só vou desafiar minha mãe a jogar todas as coisas fora depois que meu avô morrer." pq isso aí é uma peleja dela, e, se quer uma ideia, seu movimento de vida vai lhe ser um estímulo. Contudo, pode ser que mesmo que seu avô se vá, a coisa continue como é. O que você não pode é se deixar levar. Continua tua faculdade com o fogo da esperança de que sua condição vai mudar! Se você não tiver esse fogo, esse brio, essa inconformidade, vai correr o risco de ficar estática na situação e só reclamando, por isso que eu digo: você vai conseguir sair daí e vai mostrar pra todo mundo que dá pra ser diferente!
    Visualiza seu cantinho! ELe vai chegar!

  • Dica: Para mencionar um usuário neste post utilize @NomeUsuario ou @:USU_ID
    Faça login ou crie uma conta para comentar
PUBLICIDADE